12/10/2019

RESENHA #47 - “DOS CHEIROS DE TUDO – MEMÓRIAS DO OLFATO” (LITERATURA NACIONAL) - JOÃO SCORTECCI


LIVRO: “DOS CHEIROS DE TUDO – MEMÓRIAS DO OLFATO” (LITERATURA NACIONAL)
AUTOR: JOÃO SCORTECCI
EDITORA: SCORTECCI
 PÁGINAS – 84
  EDIÇÃO 2019
CATEGORIA: POESIA BRASILEIRA
ASSUNTO: POEMAS
ISBN: - 978-85-366-5950-3

Foto 1 - Dos Cheiros De Tudo - Memórias Do Olfato

CITAÇÃO:

“”No dorso fugidio da nuca – que se entrega-
Os segredos aplicados do cheiro.

Dos odores do olfato.

Cheiro de chuva, cheiro das águas
Do banho, das lavações.

O breve das brevidades
O acossa das esperas e também das demoras
Pontuais, incertas e imprecisas da vida.

Flor de pimenta e simpatia
Pote de barro, água de bacia
Bucha, pente, perfume e orifícios.

Cheiro de ervas.” (pág. 21)

ANÁLISE TÉCNICA:

-CAPA-

Tela em óleo com uma mulher olhando para algum lugar.
Capa: óleo sobre tela 1973 – 40x50cm Belkiss Ramalho (1925-2017)

NOTA: 4,50 DE 5,OO

-DIAGRAMAÇÃO:

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas

As folhas são amareladas com letras pretas um pouco acima da média que facilita a leitura. Ilustrações entre os poemas.

Nenhuma descrição de foto disponível.

Conteúdo: dedicatória; prefácio de Beatriz Helena Ramos Amaral; prólogo; poemas e ilustrações; depoimentos; sobre a obra: Na linha do cerol; e, sobre a obra: água e sal.
Ilustrações de Marta Ramalho.

Nenhuma descrição de foto disponível.

Diagramação: Valdir Colonhezi.
Formato 16 x 23 cm

Nenhuma descrição de foto disponível.

NOTA: 4,80  DE 5,00

- ESCRITA:

Difícil falar sobre a escrita desse livro, porque são as impressões sensoriais do autor, mas posso dizer que as poesias são composta em forma de ladainha, acompanhando uma cadência de leitura de fácil entendimento e agradável de ler.
Embora seja um único poema, traz frases diagramadas em simetria e podem ser lidos como recortes em cada página como se fossem poemas exclusivos.


NOTA:  4,90 DE 5,00

CITAÇÃO:

“No dorso fugidio da nuna – que se reconhece –
Os toques ambíguos do cheiro.

Das amoras no pé.

Cheiro do alheio e do desconhecido
No movimento das tropas.

-das marchas-

No coração das melodias
O som agudo dos assobios
Do pelotão de botões.

Cheiro de primavera.

No oásis da noite
Na colheita da dama
O cheiro de estrume.

-dejetos do adubo –

Cheiro da palha” (pág. 49)


SINOPSE:

“Dos odores do olfato. Das propriedades e das essências no campo dos acolhidos. Das fragrâncias da pele. Das provocações! Das alucinações dos arrepios da nuca entregues aos vícios do cheiro. Das ausências, das linguagens do que não tem fim.
Nas percepções dos atos no ventre do epitélio, no muco e nos cílios da vida o – quase – eterno. Bulbo de mantras versados por impulsos. Dos estímulos, dos viciantes sinais do cheiro no dorso fugidio da nuca.”

CITAÇÃO:

“No dorso fugidio da nuca – que se finda-
O perfil incômodo do cheiro.

Cheiro de peixe.

Nas farinhas do pilão
O bater das alavancas do soco.
Feroz encontro dos acertos
Do suor no sol.

Das misturas, das mesclas
E das libertações da cor.

Das desfigurações de argila
Do modal, do passamento
Do modo singular da travessia de deus.

Cheiro de morte.

No dorso fugidio da nuca o cheiro de tudo.” (pág. 69)

RESUMO SINÓPTICO:

O livro traz poesias relacionadas as experiências olfativas do autor, mas não pensem que fala apenas dos cheiros, ele correlaciona todas suas memórias com outras vivencias e sentidos, cheias de malícia, sensualidade, temores, vontades, delícias, crenças, temperos, segredos e mais...

ANÁLISE CRÍTICA E DO AUTOR:

Devo dizer que esse livro me atingiu em cheio. Primeiro por amar poesias, e, se bem escritas como aqui, ainda mais e depois porque fala dos cheiros , e amo os cheiros, para mim são marcantes. O autor conseguiu retratar as experiências inusitadas que os cheiros trazem e os mistura com outros sentidos, tronando o livro algo bem sensorial, digo até, quase palpável.
A mistura dos cheiros com fatos, conexão entre o tato e olfato, o erotismo sutil, os cenários e paisagens descritos como um carrossel das emoções vivenciadas e toda a formação geral do poema, é tão sublime, intenso, vívido e profundo que toca nosso coração de leitor. Consegue reavivar nossa própria memória das vivencias olfativas que tivemos em algum momento da nossa existência.
O principal, para mim, na criação de uma poesia, é justamente a emoção de quem escreve e como ela pode atingir o âmago do leitor, proporcionando uma sensação de bem estar (ou não), mas que domina nossas entranhas e coração de forma arrebatadora. E foi assim que me senti ao ler: liberta e intensa.
Mais que recomendado a leitura.



NOTA : 5,00 DE 5,00

Resultado de imagem para GIFS SMILEResultado de imagem para GIFS SMILEResultado de imagem para GIFS SMILE
Resultado de imagem para GIFS SMILEResultado de imagem para GIFS SMILE

SOBRE O AUTOR:


É escritor, editor, gráfico e livreiro. Nasceu em Fortaleza, Ceará, em 1956. Mudou-se para São Paulo em 1972, onde reside até hoje. É Diretor-Presidente do Grupo Editorial Scortecci desde 1982. Foi Conselheiro de Humanidades, da Comissão Nacional de Incentivo à Cultura (CNIC), Lei Rouanet, do Ministério da Cultura, de 1997 até 2006. Foi Diretor da UBE – União Brasileira de Escritores em três gestões, da ANL – Associação Nacional de Livrarias e Diretor-Adjunto e Vice-Presidente da CBL – Câmara Brasileira do Livro em três gestões. É Diretor Setorial da Abigraf – Associação Brasileira da Indústria Gráfica, Vice-Presidente do Conselho Diretivo da ABTG – Associação Brasileira de Tecnologia Gráfica, Editor do Portal Amigos do Livro, membro eleito do Conselho Consultivo da CBL – Câmara Brasileira do Livro, membro do Conselho Editorial da Revista Abigraf e coautor do livro Guia do Profissional do Livro – Informações importantes para quem quer escrever e publicar um livro, obra na 17ª edição. É palestrante e consultor sobre mercado editorial, direito autoral, arte de escrever e impressão digital. Prêmios literários: Sesquicentenário da Independência do Brasil – Melhor Frase (1972) e Prêmio Itajaí de Poesia, com o livro O Eu de Mim (1982). Prêmios editoriais: Prêmio Jabuti (mais sete vezes finalista do prêmio), Prêmio APCA (melhor romance e autor revelação de poesia), Prêmio ABL (melhor livro de poesia), Prêmio Machado de Assis da Fundação Biblioteca Nacional (melhor romance) e Prêmio Pen Clube (melhor livro de poesia). Livros publicados: Relógio de Sol (coautoria), Papel Arroz (coautoria), Memória Interior, A Morte e o Corpo, O Eu de Mim – Poema Eco-lógico, Plurais, O Poema do Deus que Cria Versos, As Meninas e Outros Poemas, Água e Sal – Fragmentos de Tempo Algum, O Touro de Ouro e sua Neta Mimosa, A História do Peixe Voador, A Pulga Elétrica e a Realidade Virtual, Na Linha do Cerol – Reminiscências Poéticas, Quase Tudo, Guia do Profissional do Livro (coautoria), As Aventuras de Olga Wap, A Maçã que Guardo na Boca e Dos Cheiros de Tudo.

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja VirtualAsabeça.

Cortesia da Editora Scortecci.

A imagem pode conter: texto



CHEIRINHOS

RUDY



24 comentários:

  1. Minha querida nas ultimas postagens deixei meu email e nessa tambem tem lourdesduarteprof@hotmail.com Não estpu muito bem a cabeca doendo com tudo que aconteceu.Depois volto para comentar melhor.Veja toda postagem que tem ecplicações Bjuss

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia o autor, nem o livro, mas pela sua resenha deu pra ver que são poesias lindas, que nos tocam, simples mas diretas, sobre diversos assuntos, que nos inspira e emociona!
    Tô precisando de uma leitura assim!
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Olá! Não conhecia o autor nem o livro, curto muito poesia, e essa sua resenha ficou maravilhosa, tudo muito lindo e emocionante, já quero esse livro, foi pra lista de desejados. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mi!
      Bom saber que gosta de poesia.
      Obrigada!
      cheirinhos
      Rudy

      Excluir
  4. Olá Rudy!!
    Que lindo que deve ser esse livro, adoro ler poesias e uma leitura assim me deixa extasiada e com a sensacão de leveza, achei linda as ilustrações do livro, quero muito ler se tiver oportunidade!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lucia!
      Falou bem: sensação de leveza.
      Obrigada!
      cheirinhos
      Rudy

      Excluir
  5. Não conhecia o autor, nem o livro, mas pela sua resenha deu pra ver iia ler com muito gosto são lindas poesias

    ResponderExcluir
  6. É tão bom ler algo que atenda às nossas expectativas e nos deixa feliz, neh amiga?
    Poesia é realmente uma coisa maravilhosa. Nunca mais peguei um livro desse e gênero para ler, super preciso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Halana!
      Poesia é tudo de bom e bem escrita, melhor.
      cheirinhos
      Rudy

      Excluir
  7. Olá, Rudy! ♡ Gosto de poesia, é um gênero que me agrada muito por sua profundidade e sua capacidade de fazer o leitor sentir as mais variadas emoções durante a leitura.
    Achei bem bacana o autor ter explorado a questão dos cheiros e como os associamos a certos acontecimentos.
    As ilustrações são lindas!
    Obrigada pela indicação! Beijos! ♡

    ResponderExcluir
  8. Poesia nunca foi meu gênero forte, então, sendo sincera, não sei se leria o livro. Porém as ilustrações foi algo que me chamou a atenção, simplesmente amo quando um livro nos presenteia com essas maravilhas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fabiolla!
      Conselho? Amplie seus horizontes na leitura...
      cheirinhos
      Rudy

      Excluir
  9. Oiii ❤ Amo ler poesias, então já me interessei pela obra, além de que achei interessante que é sobre as impressões sensoriais do autor.
    Achei legal o fato dele ligar os cheiros as memórias, pois é algo que gosto de fazer também.
    Poesias têm que passar emoções/sensações no leitor, para que ela tenha cumprido seu propósito e é isso que mais gosto nesse tipo de texto.
    Beijos ❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rayane!
      É isso que os poemas dele passam.
      cheirinhos
      Rudy

      Excluir
  10. Olá Rudy!
    Bem, adoro bastante poesia, poema eles sempre carregar algum sentimento nele. Adorei alguns poemas que você colocou, pareceu bem incrível e sincero. Espero poder ler!

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  11. Gosto muito de poesias também. Achei interessante a proposta do autor. Acho que nunca li algo parecido que seja um texto só, embora possa ser lido em recorte. Achei bem legal as ilustrações. Adoro quanto os autores têm esse carinho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Evandro!
      Achei a ideia ggenial, porque pode ler por trechos e pode ler no todo.
      Boa semaninha!
      cheirinhos
      Rudy

      Excluir

Adoro ler seus comentários, portanto falem o que pensam sem ofensas e assim que puder, retribuirei a visita e/ou responderei aqui seu comentário.
Obrigada!!
cheirinhos
Rudy