26/01/2020

RESENHA #08 - “A CORRENTE” - ADRIAN MCKINTY


LIVRO:  “A CORRENTE”
TÍTULO ORIGINAL: “THE CHAIN”
AUTOR: ADRIAN MCKINTY
TRADUTOR: CLÓVIS MARQUES
EDITORA: RECORD
PÁGINAS – 378
  EDIÇÃO 2019
CATEGORIA: FICÇÃO INGLESA
ASSUNTO: THRLLER PSICOLÓGICO/SUSPENSE
ISBN: -  978-85-0111-765-6

A Corrente

CITAÇÃO:

“[...] No futuro, não é o Estado que vai controlar todo mundo com vigilância maciça, e sim as próprias pessoas. Elas farão o trabalho do Estado por ele, postando constantemente sua localização, seus interesses, suas preferências alimentares, seus restaurantes favoritos, suas oorientações políticas e hobbies – no Facebook, no Twitter, no Instagram e em outras redes sociais. Somos nossa própria polícia secreta.” (pág. 47)

ANÁLISE TÉCNICA:

-CAPA-

A capa é preta com uma tarja vermelha embaixo que parece um gramado e um balanço branco pendurado por correntes. 
Capa adaptada da original de Gregg Kulick.
Imagens da capa: Robotok/Getty Images (grama), Har Lemes Haralemes/Getty Images (balanço).

NOTA: 4,30  DE 5,OO

-DIAGRAMAÇÃO:

As páginas são brancas com letras pretas um pouco acima da média boas de serem lidas.
Conteúdo: pensamentos; dividido em duas partes numeradas e com títulos; são setenta e sete capítulos numerados e com dia e hora dos acontecimentos (o número 77 tem uma simbologia explicada no livro); e, posfácio e agradecimentos.

NOTA: 4,50  DE 5,00

- ESCRITA:

A narrativa é descritiva em terceira pessoa  unipresente em todos os momentos, tanto no presente, quanto na narrativa sobre o passado, onde é contada a história de vida dos criadores da Corrente. Tem diálogos complementares essenciais para a fluência da narrativa  E os capítulos são curtos que dá agilidade à leitura.
A linguagem é bem contemporânea, traz alguns citações filosóficas e em determinados trechos é uma escrita como um poema, trazendo um toque mais ameno para situações difíceis de se imaginar.

NOTA: 5,00 DE 5,00

CITAÇÃO:

“Os seres humanos são criaturas cujas vidas são governadas por instintos profundos. Essas pessoas são como camundongos, camundongos nos campos de feno, e ela é o falcão que investe contra esses camundongos, vendo cada coisinha que fazem.” (pág. 122)

SINOPSE:

“Vítima.
Sobrevivente.
Sequestrador.
Criminoso.
Você vai se tornar cada um deles.
O dia começa como qualquer outro. Rachel Klein deixa no ponto de ônibus a filha de 13 anos, Kylie, e segue sua rotina. Mas o telefonema de um número desconhecido muda tudo. Do outro lado, uma voz de mulher avisa que Kylie está no banco de trás de seu carro, e que Rachel só verá a filha de novo se pagar um resgate ― e sequestrar outra criança.
Assim como Rachel, a mulher no telefone é mãe, também teve o filho sequestrado e, se Rachel não fizer exatamente o que ela manda, o menino morre, e Kylie também. Agora Rachel faz parte da Corrente, um esquema aterrorizante que transforma os pais das vítimas em criminosos ― e, ao mesmo tempo, deixa alguém muito rico.
A Corrente é implacável, apavorante e totalmente anônima. As regras são simples: entregar o valor exigido, escolher outra vítima e cometer um ato abominável do qual, apenas vinte e quatro horas antes, você se julgaria incapaz. Rachel é uma mulher comum, mas, nos dias que se seguem, será levada a extremos que ultrapassam todos os limites do aceitável. Ela será obrigada a fazer escolhas morais inconcebíveis e executar ordens terríveis. Os cérebros por trás da Corrente sabem que os pais farão qualquer coisa pelos filhos. Mas o que eles não sabem é que talvez tenham se deparado com uma oponente à altura. Rachel é inteligente, determinada e... uma sobrevivente.”

CITAÇÃO:

“[...] Morrer não é a pior coisa que pode acontecer com uma pessoa. A pior coisa que pode acontecer a alguém é ver alguma coisa acontecendo com o seu filho. O nascimento de um filho transforma imediatamente qualquer em  adulto. O absurdo é o descompasso ontológico entre o desejo de significado e a incapacidade de encontrar significado neste mundo. O absurdo é um luxo fora do alcance dos pais com os filhos desaparecidos.” (págs. 150/151)

RESUMO SINÓPTICO:

Como a sinopse está bem explicada, não vejo motivo para fazer um resumo.

ANÁLISE CRÍTICA E DO AUTOR:

Já comecei o ano tendo uma leitura excepcional. Que livro, gente! Que livro!
Um tremendo thriller psicológico, tensão do início ao final do livro e não apenas isso, há toda uma questão moral e ética que envolve as ações das personagens e que ao lermos, ficamos nos colocando no lugar da protagonista e pensando o que faríamos se estivéssemos no lugar dela, de que forma agiríamos se acontecesse algo parecido conosco?!...
Andei lendo alguns comentários bem questionáveis que diziam que o livro não tem emoção, que julgavam as atitudes da protagonista, que na segunda parte do livro os argumentos não eram críveis e por aí vai... Para mim a leitura foi perfeita, sim, tem algumas coisas que poderiam ser um pouco mais explicadas, mas isso não tira todo suspense, ação e mistério que traz o tom de angústia ao livro e envolve quem está lendo de uma forma que não quer largar até saber de tudo.
A meu ver o que torna um livro no estilo fascinante é a forma como ele nos atinge em vários níveis: ser inusitado, trazem aquele friozinho na barriga, nos deixar tensos durante a leitura, curiosos para saber o porque de tudo e ter as respostas que sejam plausíveis, e, encontrei tudo isso nesse livro, mesmo sabendo quem eram os responsáveis antes do final, não sabia o porquê e como psicóloga, o lado psicológicos dos enredos sempre me atraem muito, mesmo que não aceite ou não entenda determinados comportamentos.
E o que achei ainda mais extraordinário, além de toda criatividade do autor, foi o fato dele tornar sua escrita um tanto poetizada, não romantizada, mas com um formato de prosa poética sabe, acredito que só lendo para entenderem o que quero dizer.
É uma leitura tensa, intensa, carregada de suspense, mistério a ser decifrado, com uma ideia inusitada, pelo menos para mim, cheia de criatividade e que mostra o quanto estamos vulneráveis através das nossas redes sócias e o quanto temos de cuidar com o que falamos e mostramos em nossas redes.
Recomendo demais o livro.

NOTA : 5,00* DE 5,00

Resultado de imagem para GIFS SMILEResultado de imagem para GIFS SMILEResultado de imagem para GIFS SMILEResultado de imagem para GIFS SMILEResultado de imagem para GIFS SMILE

SOBRE O AUTOR:

Foto -Adrian McKinty

ADRIAN McKINTY nasceu e cresceu em Carrickfergus, na Irlanda do Norte. Estudou Filosofia na Universidade de Oxford com bolsa integral e emigrou para os Estados Unidos. Publicou dezenas de suspenses premiados com o Edgar Award, o Ned Kelly Award e o Anthony Award. Seus livros foram traduzidos para mais de vinte idiomas. Escreve crítica literária para o Sydney Morning Herald, o Irish Times e o Guardian. Mora em Nova York com a mulher e duas filhas.



CHEIRINHOS

RUDY



18 comentários:

  1. Aii to loucaaaa para ler esse livro!
    Achei a ideia genial, e sinceramente, não tenho ideia do que eu faria no lugar da protagonista!
    É louco, angustiante e muito original, tudo ao mesmo tempo.
    Quero! kkkk
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana!
      É tão questionável mesmo, só quem é mãe que sabe...
      Paciência e Perseverança!
      cheirinhos
      Rudy

      Excluir
  2. Olá Rudy! Curto muito thriller psicológico e suspense, cada resenha que vejo dele me deixa ainda mais curiosa em conferi isso tudo que dizem dessa história surpreendente que parece mesmo ser ótima. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mi!
      Não li nada tão bom no estilo há muito tempo.
      Paciência e Perseverança!
      cheirinhos
      Rudy

      Excluir
  3. Oi!
    Essas citações são um tapa na cara da sociedade kkkkk.
    Acho esse livro um divide opiniões, pois já vi bastante gente que não gostou, assim como muita gente que amou. De qualquer forma, eu não vejo a hora de poder conhecer essa história.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Giovanna!
      É mesmo polêmico, mas estou entre aqueles que gostaram.
      Paciência e Perseverança!
      cheirinhos
      Rudy

      Excluir
  4. Respostas
    1. Cidália!
      Obrigada.
      Paciência e Perseverança!
      cheirinhos
      Rudy

      Excluir
  5. Olá Rudy!!
    Nossa, adoro thriller psicológico e pela sua resenha esse me parece ser excepcional, quero muito ler e conhecer todo esse suspense e mistérios que envolvem esses sequestros!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lucia!
      É sensacional, deveriam fazer um filme dele.
      Paciência e Perseverança!
      cheirinhos
      Rudy

      Excluir
  6. Olá Rudy!
    Estava ansiosa por ler algo desse livro, tenho curiosidade sobre ele e a trama. Gosto muito de thriller e ao ler aqui fiquei mais interessada ainda.

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lily!
      super livro, viu? Vale a pena.
      Paciência e Perseverança!
      cheirinhos
      Rudy

      Excluir
  7. Oiii ❤ Que trama original! Estou curiosa para saber com mais detalhes como funciona a corrente e o que Rachel fará para salvar Kylie, já que ter que sequestrar uma criança, é algo cruel, mesmo nesse caso.
    Não costumo ler thrillers, mas esse me deixou muito intrigada e louca para saber como tudo isso acaba.
    Beijos ❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rayane!
      Esse thriller vale a pena ler, vai gostar.
      Paciência e Perseverança!
      cheirinhos
      Rudy

      Excluir
  8. Olá, Rudy
    Esse livro está na minha lista de desejos e quero muito ler logo.
    Sou suspeita para falar de thrillers, é um dos gêneros favoritos da vida.
    Gostei muito dessa idéia inusitada da forma como acontece os sequestros, como os pais se sentem em fazer parte dessa corrente. Estou muito curiosa para saber como ė acompanhar Rachel. E claro como o quote diz o que deixamos em nossas redes sociais, muitas pessoas nos observam e quando tem oportunidade atacam mesmo seja com palavras, assalto, sequestro entre outros.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Já anotei na minha lista de desejados. Parece ser um excelente livro. Fiquei curioso sobre o 77.

    ResponderExcluir
  10. ola RUDY parece ser um otimo suspense e como esse é um dos meus generos favoritos já quero
    vai para a lista de desejados com certeza
    parabens pela resenha

    ResponderExcluir
  11. Olá, Rudy! ♡ Preciso fazer essa leitura para ontem, parece uma leitura eletrizante, do tipo que é impossível largar o livro enquanto não chegamos ao final.
    Achei a premissa original e muito fascinante, não vejo a hora de conferir!
    Beijos!

    ResponderExcluir

Adoro ler seus comentários, portanto falem o que pensam sem ofensas e assim que puder, retribuirei a visita e/ou responderei aqui seu comentário.
Obrigada!!
cheirinhos
Rudy