24/02/2014

RESENHA #15 - "AZUL DA COR DO MAR" (LITERATURA NACIONAL) - MARINA CARVALHO

Oi leitores do Alegria de Viver, tenho o enorme prazer de apresentar para vocês mais um grande livro nacional. Leiam e se deliciem!

LIVRO  : "AZUL DA COR DO MAR"


AUTORA:MARINA CARVALHO


EDITORA  : NOVO CONCEITO


PÁGINAS – 335       


1ª  EDIÇÃO


IMPRESSÃO 2014


CATEGORIA:FICÇÃO BRASILEIRA


ASSUNTO:ROMANCE


ISBN: - 978-85-8163-373-2
 
Aqui estou eu, acabando de me deliciar com mais um livro da Marina. Não sei se vocês se lembram, mas faz pouco tempo que li o primeiro livro dela, Simplesmente Ana, e me encantei pelo enredo e pela forma como ela nos conta sua estória.
Azul da Cor do Mar me conquistou da mesma forma. O prazer e a curiosidade me acompanharam por todas as páginas, e mesmo já imaginando o final, que acabou se confirmando, li avidamente cada linha.
Neste livro, conhecemos Rafaela, uma mineira um tanto quanto estabanada. Estudante do último ano de jornalismo e caçula de 4 irmãos, sendo a única guria, ela acaba sendo super protegida pelos irmãos. Isso, ela deixa bem claro, quando não é saco de pancadas deles...
CITAÇÃO:  "- Para ontem, sua lerda. O que houve com você? Estou saindo do jornal, e, se não me disser onde está, vou deixar você para trás - ameaçou ele. "(pág. 97)
Agora adulta, ela mora com dois de seus irmãos, e acaba de conquistar um estágio no jornal mais prestigiado de Belo Horizonte, o Folha Minas. Sua alegria só não é completa, pois ela seria a sombra de Bernardo, um lindo e grande jornalista da área investigativa, setor que ela almejava quando se formasse.
Bernardo era a encarnação de todos os pedidos femininos. Lindo de morrer, fazia Rafa ter taquicardia sim, mas de raiva, pois ambos viviam brigando.
Rafa não conseguia entender os motivos de tanta implicância por parte dele. Totalmente diferente de Marcelo, outro gato do jornal, desta vez, da área esportiva. Este tratava Rafa muito bem e deixava claro suas intenções com ela. Mas infelizmente, ela não sentia aquela "química" entre eles.
Na verdade, Rafa tinha certeza que a culpa disso era do seu "garoto da mochila xadrez". Um garoto que ela conheceu, ou melhor, viu muitas vezes quando criança, em uma de suas férias em Iriri. Mesmo sem conhecer o garoto e nem imaginar seu verdadeiro nome, ela desenvolveu um verdadeiro "amor platônico" pelo garoto. Ele era o seu sonho de consumo. E isso acabava atrapalhando seus relacionamentos reais. Loucura eu sei, mas ela não consegui de livrar da imagem daquele garoto que ela nem chegou a conhecer. Ela até conversava com ele em seu diário.
CITAÇÃO:  "- Rafa, o que há entre você e o Marcelo? Por acaso vocês estão juntos? " (pág. 277)
No meio desta loucura, do seu amor platônico, das brigas com Bernardo, do flerte com Marcelo, Rafa vai construindo sua futura carreira, e claro, pagando muitos, mas muitos micos. E o pior de tudo, é que Bernardo era sempre seu espectador. Ela queria matar o "cria de Satanás", apelido carinhoso que deu para Bernardo.
Mas sabe aquele ditado que diz "quem muito desdenha, quer comprar"? Pois é, cai direitinho nesta dupla. Eles implicam tanto um com outro que sem perceber acabam formando uma ótima dupla nas reportagens. Mas esta química explosiva extrapola para o pessoal, e ambos acabam caindo um nos braços do outro.
Mas nada é simples para esta dupla, e nossa simpática estabanada ainda vai ter algumas quedas e muitas matérias antes de ser feliz, resta saber ao lado de quem, do garoto da mochila xadrez, do Marcelo ou do Bernardo. Façam suas apostas...



 BOOKTRAILLER:

 http://youtu.be/_wcFfUoUFcI

 SOBRE A AUTORA:

 


MARINA CARVALHO nasceu em Ponte Nova, Minas Gerais, conhecida como a terra da goiabada. Adora queijo, rock progressivo, pudim de leite condensado, café com pouco açúcar e filmes com finais felizes.
Formou-se em Jornalismo na PUCMinas e exerceu o cargo de assessora de comunicação de uma empresa por sete anos. Hoje é professora de língua portuguesa e literatura na Escola Nossa Senhora Auxiliadora.
Marina ama ler, seja um bom livro policial, um chick-lit despretensioso ou o jornal do dia. Quando era criança, todos os meses esperava ansiosamente pelas revistinhas da Turma da Mônica. A mãe incentivou desde bem cedo o seu gosto pela leitura.
Ela mora em sua cidade natal com o marido, os dois filhos e Lilica, uma poodle de 14 anos que pensa ser um pitbull.
Para entrar em contato com a autora de Simplesmente Ana, Ela é uma fera! E Azul da cor do mar, basta acessar seu site: www.escritoramarinacarvalho.com.


 



 Editora Novo Conceito! 




  Rose, delícia de resenha, hein? Realmente a escrita da Marina é bem fácil de entender e acabamos nos envolvendo totalmente com o livro e as situações hilárias que nele se desenrola. Obrigada!

cheirinhos
Rudy



PENSAMENTO DO DIA: "É graça divina começar bem. Graça maior persistir na caminhada certa. Mas graça das graças é não desistir nunca."(Dom Hélder Câmara )


8 comentários:

  1. Oie Garotas,
    Depois de ler essa resenha fiquei super hiper mega curiosa, nossa a Marina tem conquistados fãs em diversos lugares, só posso pensar que ela é muito boa. Beijokas Elis!!!
    http://amagiareal.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Elis, ela é muito boa mesmo. A leitura é fácil e super prazerosa.
      Bjs, Rose.

      Excluir
  2. Boa noite! Vim convidar você para participar do sorteio que está acontecendo no meu cantinho. Conto com a sua participação . Já sou sua seguidora. http://excessodegostosura1.blogspot.com.br/2014/02/2-concurso-cultural-do-cantinho-by.html
    Tenha uma linda e abençoada noite. Bjs
    Cantinho by Giuly’s

    ResponderExcluir
  3. Oiee...que bom que curtiu a resenha. Sinceramente não tenho muita vontade de ler esse livro, mas um dia desses ai vou pegar.kkk
    Bloody Kisses
    Monólogo de Julieta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi paloma, é uma leitura muito gostosa, dê uma chance que você vai gostar.
      Bjs, Rose.

      Excluir
  4. Oi Rudy, realmente a Marina é uma destas autoras que quando sentamos para ler, não conseguimos levantar antes do livro acabar.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  5. Que fofurinha que esse livro é. Ainda não li nada dessa autora, mas quero muito ler ;)

    ResponderExcluir
  6. Não consegui gostar do Bernardo, achei ele chatíssimo, nem li as continuações.
    Porém, que escrita maravilhosa da Marina!
    Fantástica!
    Escreve muito bem!
    bjs

    ResponderExcluir

Adoro ler seus comentários, portanto falem o que pensam sem ofensas e assim que puder, retribuirei a visita e/ou responderei aqui seu comentário.
Obrigada!!
cheirinhos
Rudy