08/02/2017

RESENHA #10 - “QUERER AMAR” (LITERATURA NACIONAL) - ROSE ANDRADE

LIVRO: “QUERER AMAR” (LITERATURA NACIONAL)
AUTORA: ROSE ANDRADE
EDITORA: NOVO SÉCULO
SELO: NOVOS TALENTOS DA LITERATURA NACIONAL
PÁGINAS – 204
1ª  EDIÇÃO 2016
CATEGORIA: FICÇÃO BRASILEIRA
ASSUNTO: ROMANCE
ISBN: - 978-85-4280-792-9

LIVRO QUERER AMAR



CITAÇÃO:” – O nome Sirius é de origem grega. Os Gregos acreditavam que ela possuía o poder de aumentar o calor do sol. – Ele fez uma pausa e viu nos olhos dela uma admiração sincera, então continuou: - As imagens egícipcias mostram a deusa Ísis com a estrela Sirius na cabeça. Simboliza o poder retirado da estrela transmitida aos filhos do Sol.” (pág. 101)



ANÁLISE TÉCNICA:


-CAPA-


Uma jovem de costas sentada em cima de uma pedra, com a mão na cabeça como se estivesse refletindo sobre alguma coisa.
É uma capa bem bonita e atrativa.
Feita por Marina Ávila.


(nota: 4,50 de 5,00)


-DIAGRAMAÇÃO:


As folhas são amareladas com letras medianas e facilitam a leitura.
Conteúdo: dedicatória; e, 49 capítulos apenas numerados.
Os capítulos são curtos e de fácil entendimento.
Feita por Fernanda Salles (AS Edições).
Coordenação SSegovia Editorial.
Preparação de Lívia First.
Formato:             14 x 21 cm
Acabamento:    Brochura/Capa mole


(nota: 4,50 de 5,00 )


- ESCRITA:


A escrita é uma narrativa descritiva, bem simplório, feita em 3ª pessoa desconhecida.
Há algumas lembranças do passado que se fundem aos fatos presentes.
Não há profundidade na confecção das personagens e nem descrição dos locais onde se desenrola o enredo.
Acredito que o maior ‘pecado’’ do livro é justamente o fato de a autora não ter mostrado mais sobre as personagem, tudo parece bem superficial e a conexão com as personagens ficam prejudicadas por conta desse fato.
Não encontrei erros gritantes.
Revisão feita por Tamires Cianci e Andréa Bassoto.


(nota: 3,00 de 5,00)



CITAÇÃO: “[...] –Quando amamos alguém, não há espaço no coração para mais outra pessoa.” (pág. 106)



RESUMO SINÓPTICO:


Lize tem 28 anos, é medica e viveu exclusivamente para estudar e ter a vida que os pais a orientaram. Era a filha perfeita. E ainda virgem. Nunca se preocupou muito em manter relacionamentos afetivos.
Thomas é empresário e sofre um pequeno acidente. Quem o atende é Lize e ele fica encantado por ela e insistentemente a ‘assedia’ para saírem. Ela aceita e passam a ter um namoro morno, afinal, ela nutria apenas grande amizade por ele e não achava que era hora de ‘se entregar’ completamente. Thomas apesar de aparentemente ser paciente e entender os motivos de Lize, a pressiona para casarem logo e acabam marcando o noivado, já que ele teria de viajar e passar um tempo fora.
Richer é irmão de Thomas e vivia fora. Foi promovido a Capitão e conseguiu uma transferência, ficando assim mais perto da família. Chega de surpresa na festa de noivado do irmão e sem saber, se encanta com o olhar de Lize que corresponde sem saber quem é o estranho que a observa com intensidade.
Thomas abraça Richer com saudade e apresenta Lize, dizendo que é sua noiva. Richer dá um olhar de escárnio para ela que fica mortificada com a descoberta que o desconhecido seria seu cunhado.
Apesar da atração entre Lize e Richer, eles procuram sempre estar afastado, não seria justo com Thomas dar vazão aquela paixão, poderiam magoá-lo profundamente.
Quando Thomas retorna de uma de suas viagens e apenas informa para Lize que terá de morar em outro lugar e que ela irá com ele de qualquer forma, ela percebe o quanto ele é ciumento, autoritário e manipulador. Toma a decisão de acabar o noivado, o que deixa Thomas arrasado.
Antes do término algumas situações inesperadas acabam unindo Richer e Lize, ele é incumbido pelo irmão para acompanhar Lize a cidade natal onde será madrinha de casamento de sua melhor amiga e terão de passar alguns dias juntos. O convívio os aproxima ainda mais, mesmo com o sentimento de culpa permeando seus corações. Ao retornaram acabam se afastando.
Mesmo com o final do noivado entre Lize e Thomas, eles vão levando a vida e Lize não se atreve a reencontrar Richer... nunca daria certo um relacionamento entre eles com a sombra do irmão a cobri-los constantemente...


CITAÇÃO: “[...] Às vezes, o amor é mais forte e cometemos certas loucuras.” (pág. 174)



ANÁLISE CRÍTICA E DO AUTORA:


Para quem acompanha o blog sabe que um dos estilos que mais gosto é o romance. O que talvez não saibam é que não sou muito fã de triângulos amorosos. Esse fato já me deixou um tanto ressabiada ao perceber que haveria justamente um triângulo amoroso entre irmãos, ainda assim, resolvi fazer a leitura para ver no que iria dar.
Apesar de existir uma atração instantânea entre a protagonista e seu futuro cunhado, eles não tem um relacionamento amoroso enquanto ela está comprometida com o irmão, o que amenizou um pouco o impacto do enredo. Quem pode comandar o coração, não é verdade?
Superado o fato, a leitura é bem leve e sem grande profundidade. As personagens são construídas sem grande profundidade, não sabemos muito sobre eles, apenas o básico para continuar a leitura e isso me deixou sem sentir aquela intensidade que geralmente os romances trazem.
Tem alguns trechos sexuais e esses sim foram bem escritos, porém sem nenhum impacto mais profundo. É um romance raso, serve apenas como entretenimento, sem rompantes, sem suspenses, sem o pulsar forte do coração. É uma leitura que considero ‘água com açúcar’, apenas para passar o tempo e sem ter de pensar muito.
Recomendo para os leitores de romance, mas que não tenham muita expectativas.


NOTA : 3,50 de 5,00

Emoticon triste




SOBRE O AUTORA:

Resultado de imagem para Escritora Rose Andrade


Roselene Andrade Teixeira Ávila nasceu em 1973, na cidade de São João Del Rei, interior de Minas Gerais. Casada há 20 anos, apaixonada pelo marido e por seus dois filhos. Graduou-se em Ciências Biológicas, em Matemática e Pedagogia (incompleta). Dentre essas graduações, optou pela especialização na área de exatas por considerá-la instigante e desafiadora. Mesmo entre os números, nunca deixou de repousar no prazer da leitura. Muito criativa e espirituosa, as ideias explodem em sua mente a todo o momento, o que a faz se perder na imaginação. Acredita no amor romântico cultivado na vivência diária. Adora o contato com a natureza. É fascinada por flores.

cheirinhos
Rudy



PENSAMENTO DO DIA:

"A sabedoria superior tolera, a inferior julga; a superior perdoa, a inferior condena." (Augusto Cury)

25 comentários:

  1. Rudy,também gosto de livros de romance. E não me importo tanto com um triangulo amoroso...Se não tiver traição. E nesse caso,é complicado!
    Mesmo o Thomas não sendo grande coisa, me coloco no lugar,e acho sinceramente que não dá!!!!
    A capa apesar de simples,é bonita.
    Bem,não sei como a autora conduzirá esse amor... Mas acredito que vale a pena ler e dar uma conferidinha. :)

    ResponderExcluir
  2. Sirius... só consegui pensar em Harry Potter... (kkkkkkkk....)
    O livro não me interessou muito, não.
    Vi em outros blogs tbm... mas, por alguma razão, eu não sinto vontade de ler.
    Não, pera...sei sim. ODEIO TRIANGULI AMOROSO. Não sei em que planeta os autores acham que gostamos disso.
    É simplesmente ridículo.
    Tbm pq não sou muito fã de narrativa na terceira pessoa.

    ResponderExcluir
  3. Não sou muito fã de romance, mas parece bem interessante esse livro. A trama é realemnte muito bem feita.

    ResponderExcluir
  4. Eu detesto livros com triângulos amorosos, não gosto de traição, esse egoísmo todo.
    E se não tem profundidade também, né...
    acho que eu não leria não.
    bjssss

    ResponderExcluir
  5. Tenho mania de ler livro pela capa, e essa é linda!
    A história parece ser legal, histórias de amor sempre me chamam atenção...rs ♥

    ResponderExcluir
  6. Oi Rudy!
    Que linda sua resenha!
    Não conhecia o livro e já me encantei por ele...Capa e enredo lindos pra mim...
    Vou anotar na listinha...
    Bjs!

    ResponderExcluir
  7. Olá amores! Gostei da sinceridade da resenha. Não sei se leria o livro, a capa é linda ,mas gosto de sentir a essência da personagem e acho que com essa escrita artificial não conseguiria isso.
    Beijos,
    Monólogo de Julieta

    ResponderExcluir
  8. Boa resenha!
    bjs
    http://pinkbelezura.com/

    ResponderExcluir
  9. Oi Rudy! A capa é realmente linda! Eu também não gosto muito de triângulos amorosos, ainda mais nesse caso em que a protagonista se relaciona com dois irmãos. E também fico bem chateada quando os personagens não são escritos com mais profundidade. Tudo bem que é chato escritas muito rebuscadas, mas protagonistas rasos deixam a trama muito entediante... Mas, há dias que precisamos de um romance água com açúcar, não é mesmo?! Beijos!

    ResponderExcluir
  10. É uma pena a autora não ter dado a devida profundidade aos personagens, pois acho isso essencial para a gente se envolver no enredo. Mesmo sendo uma estória comum, a forma de contar pode tornar qualquer história interessante.

    *☆* Atraentemente *☆*

    ResponderExcluir
  11. ME LEMBREI DE MEU QUERIDO JOHN..NÃO SEI PORQUE E TB DE UMA NOVELA NACIONAL DA GLOBO-O CLONE-EM QUE A NAMORADA DO PAI SE ENVOLVIA COM O FILHO.OPS AFILHADO SEM SABER.ISTO SÓ PROVA COMO O DESTINO TEM O PODER DE DITAR AS REGRAS,MESMO QUE VOCE NÃO QUEIRA.E AI POR ONDE ESCAPAR DESTA FURADA..SÓ LENDO O LIVRO.

    ResponderExcluir
  12. Amo um bom romance, mas não gosto de triangulo amoroso, ainda mais sendo dois irmãos os envolvidos. E tem o agravante de ser um livro com o enredo mal desenvolvido. Mas, se tivesse oportunidade, leria sim.

    ResponderExcluir
  13. A Capa é surpreendente mas teria que ler parece superficial mas as vezes cada qual possiu uma opinião.Gosto de romances.Leria

    ResponderExcluir
  14. Assim como você não sou muito fã de triângulos amorosos, ainda mais quando os que disputam são dois irmãos. Que pena que os personagens não são tão bem aprofundados. Gostei da resenha, mas não me interessei pela obra.
    Abraço!
    A Arte de Escrever

    ResponderExcluir
  15. A capa do livro está muito linda!! Gostei da história pelo que li na resenha, é um triângulo amoroso em que não há traição por parte de Richer e Lize!! Torço pelo amor dos dois, e entendo o receio deles em magoar Thomas que por sinal é uma pessoa ciumenta, autoritária e manipuladora!! Amo romances e já quero ler!!

    ResponderExcluir
  16. Não tinha nenhum conhecimento sobre o livro (ele não foi resenhado por nenhum blog que eu acompanhe). Eu compraria esse livro só por causa da capa e por causa do preço que procurei na internet. Fiquei bem curiosa, apesar de ser um clichê! Adorei a resenha!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  17. Eu até curto um triângulo amoroso, porque dá aquela indecisão sobre quem "shippar", mas só sinto interesse por um livro quando eu consigo entrar na vida do personagem, e como o livro não se aprofunda nos sentimentos dele, não me sinto atraída a ler. Mesmo assim, adorei sua resenho, é sempre bom apontar os pontos positivos e negativos de uma história

    ResponderExcluir
  18. Oi Rudy!
    Também não sou muito fã de triângulos amorosos, ainda mais quando tem aqueles que o livro inteiro é só aquilo, chega a cansar. Mas gosto de livros com suspensa, reviravoltas, bom, livros com algo diferente. Gosto de ler livros que me façam sentir algo!
    Pelo menos a capa é uma gracinha! kkk

    BJS

    ResponderExcluir
  19. Também não sou fã de triângulos e entre irmãos é clichê demais, aí a escrita da autora influencia se gosto ou não do livro; Amo demais romances e daria uma chance, mas sem grandes expectativas, tipo um filme da sessão da tarde rsrs

    ResponderExcluir
  20. Já tem algum tempo que conheço esse livro, porém ainda não tive oportunidade de lê-lo. Amo livros de romance, e não importo em ter triângulos amorosos, acho até interessante e envolvente, pois quero saber com quem a protagonista vai ficar. Achei a história cativante e envolvente, e por isso me empolguei ainda mais por essa leitura.

    ResponderExcluir
  21. Mesmo não tendo te agradado tanto, eu me interessei. Me familiarizei com Richer, vou torcer por ele mas como esses 2 vão ficar juntos? É uma situação muito complicada.

    ResponderExcluir
  22. Quem pode comandar o coração ? Gostei da resenha,sou apaixonada por romances,me irrito as vezes com os triangulos amorosos,mas gosto que sempre acabo escolhendo de qual gosto mais, bjoss

    ResponderExcluir
  23. Não sou muito fã de romances, mas os leio de vez em quando. Os triângulos amorosos também não ganham minha simpatia, pois, no mínimo, um sai machucado. No mais, que bom que o romance não é de todo o ruim. Pelo menos é uma leitura leve e agradável.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  24. Oi rudy, tudo bem? Acho a capa desse livro bem fofinha e sou doida para ler ele. Adorei sua resenha e minha curiosidade só aumentou!

    Beijos,
    https://duaslivreiras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Puxa, Rudy, é uma pena que os personagens não sejam bem desenvolvidos e os lugares também não sejam muito descritos. Não gosto de looooongas descrições mas ao menos um pouco deveria ser.
    Também não sou muito fã de triângulos amorosos mas vai que eu acabo gostando desse livro, né?

    Duas Leitoras - no Top Comentarista de Março você pode escolher entre 4 livros!

    ResponderExcluir

Adoro ler seus comentários, portanto falem o que pensam sem ofensas e assim que puder, retribuirei a visita e/ou responderei aqui seu comentário.
Obrigada!!
cheirinhos
Rudy