25/11/2017

RESENHA #88 - “CORAÇÃO SOBRE CORAÇÃO” (LITERATURA NACIONAL) - KAREN ALVARES

LIVRO: “CORAÇÃO SOBRE CORAÇÃO” (LITERATURA NACIONAL)
AUTORA: KAREN ALVARES
EDITORA: E-BOOK
PÁGINAS –8
1ª  EDIÇÃO 2015
CATEGORIA: CONTOS NACIONAIS
ASSUNTO: ROMANCE



CITAÇÃO:

“As coisas mais importantes sempre acontecem nos dias mais comuns.”


ANÁLISE TÉCNICA:

-CAPA-

Homem sentado em banco de madeira e cachorro ao lado, está de costas e com roupa de frio, observando uma floresta (?).
Feita por Karen Alvares.
Créditos da imagem: @chabala em bigstockphoto.com

-DIAGRAMAÇÃO:

Conteúdo: Coração sobre coração; e, sobre a autora.
Feita por Karen Alvares.

- ESCRITA:

Narrativa descritiva em primeira pessoa pelo protagonista.
A escrita é intensa e faz com que vivamos as dores e sentimentos do protagonista.
Revisão feita por: Melissa de Sá, Nívea Fernandes; Rodrigo Cittadino e Andrey de Azevedo.


CITAÇÃO:


“Pelo cheiro a gente é capaz de descobrir uma porção de coisas magníficas.”



SINOPSE:

“Aquele dia havia um cheiro estranho no ar. Um cheiro que me deixou em alerta. Um cheiro triste de fim.
As coisas mais importantes sempre acontecem nos dias mais comuns.
Aquele dia mudou tudo.”

CITAÇÃO:

“O AMOR NÃO PRECISA DE PALAVRAS.”

“O amor é uma linha invisível que une dois corações.”


RESUMO SINÓPTICO:

Acordou com a sensação de que algo de ruim aconteceu. Primeiro sentiu o cheiro, era o que mais aguçava seus sentidos. Depois escutou o som. O som do silêncio, o mesmo que o cheiro denunciava: o fim.
Arrombou a porta mesmo contra a determinação de Arthur, seu melhor amigo após tantos maltratos que havia passado. Arthur o acolheu, alimentou e deu seu amor.
Encontrou Arthur ofegante em cima da cama, como se estivesse engasgado com um pedaço de carne. Percebeu que até o amor tem fim. Tentou chamá-lo, mas ele não entendia quando falava, porém não precisava de palavras, se comunicavam através do olhar. E foi com o olhar que mostrou todo seu amor, deitado em cima do peito de Arthur...

ANÁLISE CRÍTICA E DO AUTORA:

Se gosta de animais e quer chorar com a emoção transmitida, leia esse conto! É simplesmente fabuloso!
Fala de forma indireta sobre o abandono e maltrato; e, fala diretamente sobre o acolhimento, o amor que não precisa de palavras, o sentimento mais puro e genuíno que não faz cobrança, é apenas sentido.
A autora escreve de forma tão intensa, descreve tão detalhadamente sentimentos que talvez não consigam ser expressados que o leitor sente a profundidade da dor e do amor entre cão e dono no momento de fatalidade.
Bicho de estimação é companheiro em todos os momentos e só quer e dá amor!
Maravilhoso!

NOTA : 5,00* de 5,00



SOBRE O AUTOR:

Resultado de imagem para FOTOS DA ESCRITORA KAREN ALVARES

Karen Alvares conta histórias para o papel há tanto tempo que nem lembra quando começou. Autora de Inverso (2015), Alameda dos Pesadelos (2014) e organizadora de Piratas (2015), foi também publicada em diversas revistas e antologias, além de ter publicações independentes exclusivas na Amazon como as coletâneas Noites Negras de Natal e outras histórias (2012), Horror em Gotas (2013) e Duas Doses de Amor (2014). Premiada em concursos literários nacionais, foi a terceira colocada no Concurso SESC/DF de Crônicas Rubem Braga, em 2012. Apaixonada por mundos fantásticos, histórias de terror, chocolate e gatinhos, vive em Santos/SP com o marido e cria histórias enquanto pedala sua bicicleta pela cidade.
Blog papelepalavras.wordpress.com
Twitter e Instagram @karen_alvares



CHEIRINHOS
RUDY


6 comentários:

  1. Amoooooooooo livros/contos, tudo na verdade kkk, sobre animais!
    Já quero!
    Se bem que tô achando que vou chorar, já que fala sobre abandono :(
    mas lerei em breve!
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Eu amo os animais. Na verdade, pretendo trabalhar com isso.
    Gosto bastante de livros emocionantes... mas quando envolve animais, não consigo ler kkk...simplesmente não consigo. Então não sei se leria.
    Sua resenha está bem detalhada e informativa, Rudy.

    ResponderExcluir
  3. Ola Rudy!!
    Eu amo animais, principalmente cachorros, tenho três em casa que são tratados como filhas, fiquei com muita vontade de ler esse livro/conto, dever ser muito emocionante, vou ler com certeza!!

    ResponderExcluir
  4. Eu amo e tenho bichos de estimação. O enredo já me conquistou, temas assim sempre me tocam profundamente.

    ResponderExcluir
  5. Oi Rudy, tudo bem?
    A Karen é uma conterrânea muito talentosa!
    Bjkas

    http://www.acordeicomvontadedeler.com/

    ResponderExcluir
  6. Os animais são muito sensíveis. Principalmente os cães. Eles são de fato, amigos fiéis e inseparáveis.
    Amei esse conto, e já quero muito ler.

    Bjos

    ResponderExcluir

Adoro ler seus comentários, portanto falem o que pensam sem ofensas e assim que puder, retribuirei a visita e/ou responderei aqui seu comentário.
Obrigada!!
cheirinhos
Rudy