20/12/2017

RESENHA #100 - “O DEMÔNIO DO NATAL” (LITERATURA NACIONAL) - HENRI B. NETO

LIVRO: “O DEMÔNIO DO NATAL” (LITERATURA NACIONAL)
SÉRIE: MUNDOS SECRETOS - CONTO DA TERRA DAS SOMBRAS
AUTOR: HENRI B. NETO
EDITORA: E-BOOK AMAZON
PÁGINAS – 37
1ª  EDIÇÃO 2016
CATEGORIA: ROMANCE FICÇÃO NACIONAL
ASSUNTO: SOBRENATURAL/AVENTURA JUVENIL




CITAÇÃO:

“- Não, uma Arcano - Théo corrigiu, elevando as suas sobrancelhas - Basicamente, eles são exorcistas naturais. Conseguem se comunicar com anjos, lutar contra demônios, além de herdarem dons sobre humanos que são transmitidos de geração para geração.”


 ANÁLISE TÉCNICA:

-CAPA-

Um rapaz jovem com a sombra de uma cidade e céu azul ao fundo.
Feita por: Henri B. Neto.

-DIAGRAMAÇÃO:

Conteúdo: sinopse; ficha dos livros; dedicatória; conto; glossário; e, sobre o autor.
Feita por: Henri B. Neto.

- ESCRITA:

A escrita é em primeira pessoa pelo protagonista e como se falasse com o leitor.
Encontrei apenas um erro gramatical.
Revisão feita por: Matheus Rodriguez e Thalita Fergoza.

SINOPSE:

“Lucas é como qualquer rapaz de sua idade - mora sozinho, trabalha, faz pós-graduação, sai com os amigos... Nada diferente da vida de um jovem de 26 anos de idade. Mesmo assim, existe algo que o difere completamente dos demais: ele odeia o Natal. E não esconde isto de ninguém.

Isto não o torna a pior pessoa do mundo, mas o coloca em situações que poderiam ser facilmente evitadas - como se envolver em uma pequena confusão com um senhor de idade em plena compra de presentes, ou até mesmo terminar com a namorada dois dias antes de viajar com ela para passar as festas com a família.

Para quem o conhece, estas podem ser apenas algumas de suas ações impulsivas e impensadas... Mas existe alguém que não encara estes pequenos pecados de forma tão condescendente. Por isso, Lucas está em grave apuro. E agora, para sair das garras de um terrível captor, ele vai precisar contar com a ajuda de quem ele menos espera.

"O Demônio do Natal" é a primeira história do universo de Terra das Sombras, um mundo criado por Henri B. Neto - autor de "Replay" e "A Garota" - e repleto de criaturas fantásticas, segredos perigosos e corajosos personagens.


RESUMO SINÓPTICO:

LUCAS tem 26 anos, faz pós graduação, é negro e não suporta o Natal. Quando NATASHA sua namorada há seis meses diz que vai levá-lo para conhecer os pais dela durante os festejos natalinos, ele acaba o namoro com ela após uma tarde de amor. Claro que ela fica revoltada e sai pisando firme, mandando ele para ir ao inferno...
Ao sair de casa se depara com ANGELINA sua vizinha linda e acaba levando uma tremenda bronca dela por ter acabado o namoro às vésperas do Natal. Ele fica sem graça, mas quando vai pegar o elevador, Angelina o aconselha a tomar cuidado e criar juízo...ele estranha.
Na rua para sem querer na porta de uma loja com enfeites e Natal e o um senhorzinho o aborda pedindo ajuda para levar suas compras até o carro. Lucas fica indignado, achando que o senhor o estava humilhando com racismo e não o ajuda.
Na caminhada para tomar uma cerveja, tem o pressentimento de estar sendo seguido e quando atravessa um canal para chegar ao seu destino, leva uma pancada na cabeça e acorda dentro do que parece ser uma antiga fábrica de brinquedos desativada e da de cara com uma criatura monstruosa denominada PENSINIQUE ou KRAMPUS, fica totalmente aterrorizado.
É salvo por Angelina e THÈO (namorado dela)    eu trabalha para a Agência de Mistérios.

ANÁLISE CRÍTICA E DO AUTOR:

Embora esteja mais para um conto de terror, carregado de mistério e muita aventura, a relação dele com as fábulas europeias sobre o Natal e a mensagem que se deve ser bom, trazem à tona a temática natalina, bem como a ambientação às vésperas da data tão aguardada pelos cristãos.
O autor soube dosar um pouco de romance (que termina logo nas primeiras páginas da história), o mistério sobre a fantasia escrita e a aventura vivida pelo protagonista e pelas personagens secundárias. O que torna a leitura bem ágil e agradável e até com certo tom de humor em algumas passagens.
Fico sempre fascinada quando as histórias trazem uma certa mitologia que envolvem as fábulas e lendas natalinas, sem contar que é sempre bom aprender um pouco mais sobre a fantasia dos seres envolvidos nessas histórias.
E mais legal ainda é ver a mensagem de que não devemos ter maus sentimentos, seja no Natal ou não. Que devemos ser bons e cultivar sentimentos edificantes.
Uma leitura agradável, interessante e propícia para época natalina.

NOTA : 5,00 de 5,00



SOBRE O AUTOR:

A imagem pode conter: 1 pessoa, close-up


Henri B. Neto nasceu no Rio de Janeiro, no ano de 1989. Apaixonado por livros desde pequeno, é um escapista de carteirinha - e tem como grande paixão a literatura de Fantasia (além de um fraco gigantesco para contos de amor... Mas ele não confessa isto de jeito nenhum). Atualmente, ele divide o seu tempo entre a Faculdade de Pedagogia, seu blog & vlog no Youtube sobre romances para o público Jovem-Adulto e na produção de novas histórias, como o contemporâneo "Replay’’ e os próximos volumes da ''Saga das Sombras''.
Twitter: @henrib_neto
Blog: henribneto.blogspot.com.br



CHEIRINHOS
RUDY



17 comentários:

  1. Ola Rudy!!
    Amo contos/livros que envolvem lendas natalina, gostaria de ler e torcer para o Lucas mudar de opinião em relação ao Natal.

    ResponderExcluir
  2. Oi Rudy, tudo bem?
    Adorei a história. O enredo parece ser curto mas promete bastante ação!
    Vou adicionar na lista de desejados!

    Beijão,
    Vinicius
    refugiolitxrario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia o autor e nem o conto. Parece bem interessante para ler nessa época do ano.

    Passei para desejar um ótimo final de ano!

    Um abraço!

    https://meuslivrosesonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. cara Rudynha, os maus sentimentos só causam mais dor a quem os possui, isso é certo. não quero beber deste veneno, rs. prefiro cultivar amigos, pensamentos maduros e produtivos, além de paz interior. sabemos o quão difícil é isso, mas há livros para que possamos abrir os olhos e nos tornarmos pessoas melhores, acho que este é o caso de "o demônio do natal" né? ótima dica, resenha pra lá de completa. bjos

    ResponderExcluir
  5. Boa noite amiga!
    Essa do Poetizando e Encantando, edição nª 15, resolvi postar nessa noite, para facilitar participação de todos. Esse e o da próxima semana que será o último de 2017 anteciparei uma vez que nas festas de fim de ano, reunimos familiares, e amigos pois são datas especiais e nada mais justo participarmos do poetizando dias antes e nessa edição o tema está propicio a data.
    Espero que gostem e desde já ficarei grata com sua participação que tanto valoriza esta brincadeira.
    Que neste Natal e em todos os dias do próximo ano, possamos fazer de Jesus nosso melhor amigo, pois Ele é o maior motivo do Natal e da nossa existência. Feliz Natal e um novo ano cheio de amor, paz, amizade, humildade e sabedoria.

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia esse conto ainda, mas pela sua resenha, deu pra ver que é muito bom!
    Amo contos e livros de natal, esse ano só li um, mas quero ler mais em breve, porque o encanto do natal é muito especial, né? Mexe com a gente!
    bjsss

    ResponderExcluir
  7. Achei o conto juvenil demais para mim, embora seja uma fã de contos e goste do Natal. Mas temos que levar em consideração que já sou uma praticamente uma senhora e o autor tem um público alvo mais jovem. :D

    ResponderExcluir
  8. Apesar de ser um conto sombrio, ele parece ser levemente divertido!

    ResponderExcluir
  9. Olá Rudy!
    Não tinha conhecimento sobre esse conto, mas me deixou bastante confusa com a trama. Me pareceu bem interessante!

    Meu Blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  10. Oi Rudy
    Estou lendo muitos e-books agora. principalmente os nacionais, pois são bons e baratos. Gostei bastante da resenha, eu não me lembro bem, mas acho que ainda não li nenhum livro com o tema de natal. Ótima dica.
    Abraços,
    Gisela
    Ler para Divertir
    Participe do Top Comentarista de Janeiro, serão 3 ganhadores e você ainda pode ganhar um livro a sua escolha.

    ResponderExcluir
  11. Oi Rudy!
    Que interessante o conto, peculiar ser um pouco de terror/suspense com mitologia e ainda no natal uahauha
    Acho que é realmente muito importante a mensagem de não termos maus sentimentos nessa época tão boa. Acho que na verdade vale pra todas as épocas.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Catarina!
      Bons sentimentos são sempre importantes para nossas vidas.
      Bom final de semana!
      cheirinhos
      Rudy

      Excluir
  12. Eu não conhecia a série, nem o livro, mas é um tema que gosto. O autor parece ter feito uma bela mistura nesse conto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Evandro!
      Gostei da mistureba do autor.
      Obrigada!
      Desejo uma semaninha de luz e paz!
      cheirinhos
      Rudy

      Excluir
  13. Oi Rudy, tudo bem com você?
    Eu não conhecia o livro, mas gostei do que li no seu texto.
    Parabéns pela resenha!
    Bjkas

    http://www.acordeicomvontadedeler.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carol!
      Tem muito livro bom.
      Bom domingo!
      cheirinhos
      Rudy

      Excluir
  14. Leitura ótima para essa época mesmo, Rudy!! Adorei o enredo.
    Realmente não deve nos ser bons apenas no natal, mas sim no ano todo também. Todos os dias!!
    Também adoro livros que trazem como tema, a fantasia. Primeiro que vejo se passando nessa época mais natalina. Adorei a resenha.

    Bjos

    ResponderExcluir

Adoro ler seus comentários, portanto falem o que pensam sem ofensas e assim que puder, retribuirei a visita e/ou responderei aqui seu comentário.
Obrigada!!
cheirinhos
Rudy