26/02/2018

RESENHA #08 - “A DOR DA LEMBRANÇA: QUANDO A ÚNICA SAÍDA É SEGUIR EM FRENTE” (LITERATURA NACIONAL) - MARCELO RUIBARDON


LIVRO: “A DOR DA LEMBRANÇA: QUANDO A ÚNICA SAÍDA É SEGUIR EM FRENTE” (LITERATURA NACIONAL)
AUTOR: MARCELO RUIBARDON
EDITORA: EBOOK AMAZON (PDF)
PÁGINAS – 26
CATEGORIA: TERROR
ASSUNTO: DRAMA

A Dor da Lembrança: Quando a única saída é seguir em frente por [Ruibardon, Marcelo, Ruibardon, Marcelo]

CITAÇÃO:

“- Eu já não sei o que fazer da minha vida, eu estou extremamente confusa,
desde que o Steve se foi eu tenho pensado em como a vida é breve e não
podemos ficar adiando as decisões importantes.”

ANÁLISE TÉCNICA:

-CAPA-

Uma mulher de camisa azul, olhando para um caminho  com arbustos floridos e árvores(tudo cinza).
Imagem da capa retirada de https://www.tripadvisor.com.br/

NOTA: 3,50 de 5,00

-DIAGRAMAÇÃO:

Como o  livro foi lido em PDF, não dá para falar muito da diagramação, apenas que não há capítulos e que as partes são divididas pelo nome do protagonista a que se refere as falas no momento.

NOTA: 4,00 de 5,00

- ESCRITA:

A narrativa é descritiva em primeira pessoas pelos diversos protagonistas e muitos diálogos elucidativos. Passa no tempo presente e memórias do passado.
Alguns pequenos erros ortográficos que não atrapalham a leitura.

NOTA: 4,00 de 5,00

CITAÇÃO:

“Chegamos ao cemitério e Marvin começa a chorar quase ao mesmo tempo
que as primeiras gostas de chuva atingem o solo, também tenho vontade de
chorar, apesar de já ter superado a perda dela, dizem que tem a ver com o
aniversário do evento, sempre que alguém passa por um evento muito triste ou
traumático a data fica gravada no cérebro, e sempre que se aproxima o dia do
aniversário do ocorrido as lembranças e traumas se fortalecem.”

SINOPSE:

“Ás vezes queremos fazer mais, queremos ter um papel mais importante no teatro da vida, mas quase nunca depende de nós, algumas coisas se resolvem sem nossa intervenção, e só nos resta seguir em frente.
Reutilizando personagens criados na adolescência para uma história em quadrinhos que produziu, mas não publicou, durante o fim do ensino fundamental e início do médio, o autor cria uma história onde os personagens se veem impotentes na resolução de problemas, onde percebem que a vida não segue o roteiro que eles produziram.”

RESUMO SINÓPTICO:

STEVE morreu em um acidente aéreo há dois anos.
WILLIAN e MARVIN moram no mesmo apartamento após um acidente onde Marvin perde a esposa YOKO, grávida de oito meses.Nunca imaginaram que poderiam ser amigos. Yoko ajudou a criar William e sempre pedia aos dois que se algo acontecesse com ela, que um cuidasse do outro.
ROBSON foi professor deles e envia PABLO para relembrá-los do encontro com ele. Ambos se recusam a ir, pois faz justamente um ano da morte de Yoko e eles vão para o cemitério. Ao chegarem lá, Robson que já previa que não iriam reencontrá-lo, estava presente. Após o choro e prantos dele em homenagem a Yoko, Robson diz que tem algo para falar com eles...
VANESSA em conversa com Yoko ainda viva, diz que a vida é curta e precisa aproveitá-la e toma a decisão de casar e ter família, está em dúvida entre WAGNER e PABLO...
Ainda no passado, JULIANA chega atrasada ao hospital no dia em que toda a equipe está reunida para descobrirem o sexo do bebê de MARVIN e YOKO, e acaba pegando carona Robson para irem comemorar os 85 anos da avó da Yoko na fazenda TAKAKITA, e é justo nessa ida que o acidente acontece...
Na conversa no cemitério ROBSON conta que descobriram que era o motorista que bateu no carro no dia do acidente, ADAM RODRIGUEZ, um traficante e usuário de drogas, contratado por um rival de Robson, EDUARDO que enciumado pelo sucesso dele, resolve exterminar toda equipe.


ANÁLISE CRÍTICA E DO AUTOR:

Confuso? Assim que me senti ao fazer a leitura.
A primeira coisa que me causou confusão foi a quantidade de personagens em uma história de poucas páginas.
Outra coisa foi o fato de as personagens não serem bem caracterizadas, de alguns sabemos um pouco mais que outros, porém nada profundo. E tem alguns que nem sabemos porque estão fazendo parte do enredo...
Outra coisa que fiquei confusa foi o fato de todos se reunirem como uma equipe, dando a impressão que faziam muitas coisas juntos, entretanto, nada muito definido, apenas que todos auxiliavam o professor ROBSON em suas buscas por civilizações.
O que realmente pude entender desse conto é que o autor quis transmitir a mensagem de que mesmo em momentos trágicos e que não tenha solução momentânea, a vida deve ser tocada em frente e se deixar o passado para trás. Que deve se viver o presente com intensidade, pois não sabemos o que vem pela estrada da vida.
Gostaria que outras pessoas lessem para saber o que acharam e qual a impressão que tiveram. Não é uma leitura ruim, apenas um tanto confusa na minha opinião.
Já li um outro livro do autor e gostei. Vale a pena dar uma chance à leitura.

NOTA : 3,40 de 5,00

Resultado de imagem para EMOJIONSResultado de imagem para EMOJIONSResultado de imagem para EMOJIONSResultado de imagem para EMOJIONSResultado de imagem para EMOJIONS


SOBRE O AUTOR:

Não encontrei dados sobre o autor.

Exemplar cedido pelo autor.





CHEIRINHOS
RUDY



26 comentários:

  1. Talvez o enredo poderia ser melhor aproveitado em um maior número de páginas, realmente muito pequeno para tantas informações. Lerei se tiver a oportunidade.

    *☆* Atraentemente *☆*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Evandro!
      Acredito também que se tivesse mais páginas, poderia ter sido melhor desenvolvido.
      cheirinhos
      Rudy

      Excluir
  2. Eita, bem confuso, também achei ao ler sua resenha.
    Parece ter bastante tragédias e coincidências, mas se o autor quis fazer sobre recomeços, acho interessante.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana!
      É interessante, só que tem muitos personagens que me confundiram um pouco...
      cheirinhos
      Rudy

      Excluir
  3. É ruim quando nos sentimos perdidos, parece que o livro não tá fazendo sentido, sei lá.. uma pena você ter sentido essa ideia de confusão..

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Monique!
      Muitas personagens sempre me confundem...
      cheirinhos
      Rudy

      Excluir
  4. Nada como analisar as coisas com calma!

    Beijo e um excelente dia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cidália!
      É mesmo, temos de analisar com calma.
      cheirinhos
      Rudy

      Excluir
  5. É preciso ler e analisar sempre. Gostei

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paula!
      Temos de analisar nossas leituras, concorda?
      cheirinhos
      Rudy

      Excluir
  6. Achei a premissa interessante e o enredo parece ser bom... mas o livro não me despertou a vontade de lê-lo. Talvez ei mude de opinião com o tempo, mas no momento eu não leria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Halana!
      Na minha opinião, devemos ler todos os livros que pudermos, mesmo saindo de nossa zona de conforto, é sempre aprendizado.
      cheirinhos
      Rudy

      Excluir
  7. Gostei da história e é um gênero de literatura que muito me interessa. Minha única restrição é ler em ebook. Nâo consigo me acostumar e não é válido para a minha atual rotina.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caterine!
      quando você começar a ler em ebook, não vai deixar mais, é prático, dá para ler em qualquer lugar.
      cheirinhos
      Rudy

      Excluir
  8. Olá Boa noite!
    Parabéns pela bela postagem , dá gosto de vir aqui apreciar.
    Hoje tem postagem nova no blog, uma aluna nossa que inspirada em suas leituras, escreve lindas e românticas poesias, dentro do Projeto Alunos leitores e Escritores.
    Seu incentivo no comentário será muito importante.
    Abraços

    ResponderExcluir
  9. Também achei muito confuso o resumo do livro, é muito personagens em um conto, não me cativou e esse conto e no momento não fiquei empolgada para ler!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lucia!
      Muitas personagens mesmo, mas vale a pena ler amiga.
      cheirinhos
      Rudy

      Excluir
  10. Olá Rudy!
    Achei meio que perdido a historia, mas vejo que tem uma premissa muito boa e uma forma de mostra como a pessoa superar a perda de alguém. Gostei!

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lily!
      É verdade, mas ele me explicou que era um quadrinho que fez e precisa de mudanças mesmo.
      cheirinhos
      Rudy

      Excluir
  11. Que pena que você não gostou muito do livro, mas fazer o quê, né ? =/

    Coloquei seu post no Links do Mês lá no blog :)

    Beijos
    Inverno de 1996

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Monique!
      Obrigada querida, uma honra, vou lá olhar, obrigada.
      cheirinhos
      Rudy

      Excluir
  12. Que post interessante, fiquei interessada na obra!

    https://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Monyque!
      Bom que se interessou...
      Bom final de semana!
      cheirinhos
      Rudy

      Excluir
  13. Oi Rudy!
    Acho que o livro seria menos confuso com um número de páginas maior, achei tão curtinho esse livro. Uma pena que não conquistou mas se você leu outro livro do autor e gostou sempre é bom ler um terceiro pra tirar as conclusões da escrita do autor em geral.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Catarina!
      É isso mesmo, muita personagem para poucas páginas.
      Boa semaninha!
      cheirinhos
      Rudy

      Excluir

Adoro ler seus comentários, portanto falem o que pensam sem ofensas e assim que puder, retribuirei a visita e/ou responderei aqui seu comentário.
Obrigada!!
cheirinhos
Rudy