21/07/2014

RESENHA #50 - ”ENTRE O CÉU E O MAR – NOS MONTES DA INOCÊNCIA” – LIVRO 1 (LITERATURA NACIONAL) - ROBSON GUNDIM



LIVRO  :”ENTRE O CÉU E O MAR – NOS MONTES DA INOCÊNCIA” – LIVRO 1 (LITERATURA NACIONAL)

AUTOR: ROBSON GUNDIM

EDITORA  : MODO

PÁGINAS –320

1ª  EDIÇÃO 2013

CATEGORIA: FICÇÃO

ASSUNTO: ROMANCE SOBRENATURAL/ÉPICO

ISBN: - 978-85-65588-51-5


Entre o céu e o mar





CITAÇÃO: “Embora ela relutasse contra, era totalmente incapaz de sonegar tamanho deslumbre e paixão. Quão belo era o semblante sobre aqueles largos  ombros, ou mesmo o corpo gigante comparável ao de um lendário guerreiro romano![...]”(pág.76)




ANÁLISE TÉCNICA: 



-CAPA =  



Arte da capa: Denis Lenzi com ilustração de Robson Gundim.



A capa é bela! Um casal jovem em meio a floresta. Ele de cabelos longos e soltos, com peitoral a mostra e uma cicatriz de cruz no peito direito. Ela deitada no ombro dele com os olhos fechados e vestido vermelho.

Posso dizer que a capa é a própria essência do livro.



(nota: 5,00  de 5,00)



-DIAGRAMAÇÃO:  



Devo dizer que a diagramação do livro é primorosa, feita pela Marina Avila, juntamente com o projeto gráfico. Pois é, o livro tem várias ilustrações feitas pelo próprio autor Robson Gundim e que dão ao livro um plus a mais para a leitura

Todas as páginas tem um diagrama lindo, floral, na parte inferior, ao lado da numeração da página.



É composto de: dedicatória, notas do autor, como a história começou..., dividido em cinco partes com títulos em destaques e sem numeração. Além das belíssimas ilustrações que demonstram os fatos relatados a cada capítulo.

As folhas são amareladas e as letras pretas que facilitam a leitura.



(nota: 5,00  de 5,00)



- ESCRITA: 



O autor trouxe à tona a escrita clássica, com palavras rebuscadas, demonstrando conhecimento e vocabulário vasto. A obra é  escrita uma prosa quase em ode, se é que posso classifica-la assim, bem a contento com a época em que se passa a história. 



Uma escrita idílica que embriaga e nos arrasta a intensidade do romance e dos dramas vivenciados.



Apenas um erro encontrei de ortografia, o que nem me faz levar  em conta e ver que a revisão feita pela Ana Aguiar foi quase perfeita.



(nota: 4,90 de 5,00)



CITAÇÃO: “Revelando a partir das lágrimas o peso do fardo que teria de carregar acaso cometesse aquilo, a loura tremeluziu a face e repeliu-se do abraço do caçador...”(pág. 223)



RESUMO SINÓPTICO:  



Medos do século XVII, no outono, nos Montes Apuseni, cidade de Verossa na Romênia, nasceu Richter, o último dos Belmonts. A mãe morreu no parto e pai fugiu, deixando ao Padre Tobias o encargo de batizá-lo e entregá-lo ao Sr. Schwartz, para que o criasse como filho.



Loweed Schwartz era camponês, senhor de grande plantação e proprietário de terras aradas pelos vales montanhosos. Fora pais de grandes filhos, bravos heróis que lutaram nas guerras civis e acabaram indo para todo sempre. Aceitou Richter dos braços do Padre Tobias e enxergou a esperança renascer em um novo sol.



O aristocrata Jonathan Legrand mora na Inglaterra com a esposa Anna, o pequeno  filho Vasseur e a recém nascida filha Anette. A peste toma conta da Inglaterra e Jonathan resolve usar todo seu dinheiro para sair da Europa e fugir da doença que a assolava. 


Resolve procurar o irmão Vincent Martinez que é o oposto dele, um corsário, tipo viking , mas tem um veleiro e os retira de lá. Foram em busca da irmã Marie Legrand que vivia na Romênia. Jonhatan se adapta a vida do campo e procura Sr. Schwartz, acaba conhecendo Adelle, sobrinha dele e seus dois filhos: Leonard e Alfred II. 



Todos tornam-se amigos e as crianças divertem-se e tornam-se inseparáveis até...terem de tomar seus rumos: Vasseur vai morar com o Tio Martinez e seguir seus passas; Annette vai para o colégio interno em Bucareste, deixando Richter aos 10 anos solitário e triste, no rancho do pai, ao lado dos ‘primos’ Leonard e Alfred II. 



Richter torna-se um homem forte, guerreiro e cada vez mais arredio e solitário... Respeita o pai e a tia Adelle, embora tenha sua própria casa separada dentro do rancho. Some vários dias por vezes e mete em confusões, porém não foge as responsabilidades de ajudar o pai no rancho. Vive na esperança que Annette volte um dia e que possam ser felizes...



Doze anos se passaram e muitos fatos aconteceram... Agora Annette retorna para o rancho após 12 anos com o noivo Nicholas Willefort e sua irmã Julia...eles vieram conhecer o rancho deixado pelo pai de Annette e onde resolvem morar após o casamento. 

Annette tem espírito livre e aventureiro, é conhecida por sua curiosidade e obstinação.

Richter sente a alegria retornar a sua vida após o regresso de Annette, ela por sua vez relembra o passado e o quanto eram felizes. Mas, agora é noiva de Nicholas e não pode se envolver com Richter...



 ANÁLISE CRÍTICA E DO AUTOR: 



Ler um romance profundo, vindo da infância, com tantos dramas e sofrimentos vividos por ambos protagonistas principais, além de certos segredos envolvidos por toda a trama, tornou o livro agradável e doce ao mesmo tempo. 



O autor com sua escrita idílica nos transporta há um tempo onde as pessoas eram livres para viverem sua vida da melhor forma possível e independente de suas crenças, eram amigos e defendiam-se uns aos outros contra as babáries do império.



O mistério envolvendo o nascimento de Richter (protagonista principal) e a forma como tem ’poderes’ ainda não tão especificados nesse primeiro volume, mas com certeza terá desenrolar nos próximos livros, acaba aguçando a curiosidade e nos faz imaginar como será o futuro.



Gostei muito da forma como somos introduzidos na história, contando detalhadamente a origem de cada personagem e de como tudo começou, acredito até que esse primeiro livro foi voltado justamente a isso, a apresentação de tudo, embora a sensualidade envolvente dos protagonistas e as reviravoltas durante o enredo, nos conquiste de forma inquestionável, tornando o livro uma verdadeira ode, mesmo sem tanta poesia e por vezes com cenas até chocantes.



O que sei é que adorei simplesmente a forma como foi escrita e a ideia principal do enredo. Agora só me resta aguardar o próximo volume e acompanhar o desenrolar do restante da história...



Fascinante! Mais que recomendo.



NOTA : 4,90  de 5,00

 smiley livrosmiley livrosmiley livro smiley livrosmiley livro



BOOKTRAILLER:





SOBRE O AUTOR:

 

 Robson Oliveira Gundim nasceu na cidade de Gandu-Ba. Reside atualmente em Jequié. É estudante universitário, desenhista e escritor. Autor do livro “Entre o céu e o mar – Uma odisseia além do oceano”, também participou da antologia “O último dia antes do fim do Mundo”, “Amores Impossíveis” e “The King”. Sempre foi amante da literatura e da sétima arte, e ressalta: “Creio que esses foram os principais componentes que me fizeram se interessar pela arte de criar e escrever.”

 


CHEIRINHOS
RUDY 



PENSAMENTO DO DIA: "Podemos facilmente perdoar uma criança que tem medo do escuro; a real tragédia da vida é quando os homens têm medo da luz."(Platão)

 

4 comentários:

  1. Muito feliz com o seu entusiasmo Rudy ^^ Obrigado de coração por ter mergulhado na trama do livro, é muito gratificante para mim. Espero que o Livro 2 seja tão mágico quanto esse para você.

    Abraço!

    www.facebook.com/entreoceueomar

    ResponderExcluir
  2. nuuussa... o autor parece ser um menino... bom demais quando nos deparamos com um brasuca jovem enveredando para a criação de universos. o livro me chamou a atenção e sua nota praticamente cravou que preciso ler esta obra. bela resenha como sempre... esgotando o assunto.

    ResponderExcluir
  3. Gostei de todas as análises que você fez do livro.Pelo que pude perceber o enredo se assemelha muito com livros clássicos, parece ser bem interessante! Bjs

    ResponderExcluir
  4. Maravilhosa a sua postagem. Adorei como você analisou cada tópico. Parabéns Rudy.

    ResponderExcluir

Adoro ler seus comentários, portanto falem o que pensam sem ofensas e assim que puder, retribuirei a visita e/ou responderei aqui seu comentário.
Obrigada!!
cheirinhos
Rudy