28/07/2015

RESENHA #42 - ”OS MENINOS DA BIBLIOTECA” (LITERATURA NACIONAL) - JOÃO LUIZ MARQUES



LIVRO:”OS MENINOS DA BIBLIOTECA” (LITERATURA NACIONAL)


AUTOR: JOÃO LUIZ MARQUES


ILUSTRADOR: RÔMOLO D’HIPÓLITO



EDITORA: BIRUTA



PÁGINAS –168



1ª  EDIÇÃO 2015



CATEGORIA: INFANTO JUVENIL



ISBN: - 978-85-7848-135-3





 Os Meninos da Biblioteca



CITAÇÃO: A saúde da alma, bradou ele, é a ocupação mais digna do médico.”(pág. 70)







ANÁLISE TÉCNICA:





-CAPA-



Difícil especificar a capa...Azul, laranja e branca com ilustração de um bicho(?). Na verdade acredito que é para usarmos a imaginação do que a ilustração significa.



Projeto gráfico Ana Matsusaki.



Ilustração Rômolo D’Hipólito.





(nota:4,50 de 5,00)







-DIAGRAMAÇÃO:



As folhas são brancas com letras azuis e título laranja.




Conteúdo: dedicatória; sumário; apresentação feita por Luciana Savaget; prólogo; 18 capítulos numerados e com títulos; epílogo; bibliografia; artigos de jornal;fotos;sobre o autor e o ilustrador; e, agradecimentos.


 



 

Coordenação editorial Elisa Zanetti.



A diagramação é linda e perfeita, além de bem diferente das que acompanhamos nos livros. Adorei! Cheia de ilustrações, facilitando o entendimento da leitura.

 



FORMATO: 15,5 x 23 cm

CORES: 2 x 2



(nota:5,00 de 5,00 )







- ESCRITA:



A narrativa descritiva é feita em primeira pessoa pelo protagonista, o que nos dá uma visão bem pessoal e aceso a todos os sentimentos dele em relação aos fatos.



A forma como o escritor escreve é bem condizente com a idade do público alvo – infantojuvenil, de fácil entendimento e bem explicativo.



Não encontrei um errinho sequer, coisa rara!



Revisão feita por André Saretto e Elisa Zanetti.





(nota:5,00 de 5,00)







CITAÇÃO: “-Suponho o espírito humano uma vasta concha, o meu fim é ver se posso extrair a pérola, que é a razão; por outros termos, demarquemos definitivamente os limites da razão e da loucura. A razão é o perfeito equilíbrio de todas as faculdades; fora daí insânia, insânia e só insânia.” (pág. 94)





RESUMO SINÓPTICO:



Heitor tem 12 anos e tornou-se popular na escola por ter criado um blog onde coloca sua opinião sobre as coisas. O nome do Blog é Le-Heitor, porque ele gosta de ler muito e freqüenta a biblioteca do bairro.



Heitor estava cansado de apenas escrever para o seu blog. Queria fazer parte das histórias que lia nos livros, queria ser protagonista de sua própria história e escrever um livro.



Nesse meio tempo, descobre que sua amada biblioteca e todo quarteirão que a abriga, será demolido para dar lugar a um condomínio residencial. O prefeito quer vender o térreo por uma fortuna e é apoiado pela Câmara de Vereadores.



Heitor entra de cabeça no que chama sua primeira luta política. Ao mesmo tempo, recebe de um das personagens dos livros que lê, a idéia para escrever seu livro e ao mesmo tempo, realizar seu sonho de ser protagonista d livro.



Percebe que a luta para defender sua biblioteca e todo o quarteirão não é fácil...passa por toda uma burocracia e por uma luta, onde receberá ajuda inesperada e inusitada, quase inimaginável...





ANÁLISE CRÍTICA E DO AUTOR:



Mesmo estando na meia idade, confesso que adoro livros infantis e infantojuvenis, porque como sempre digo, é garantia de uma leitura descomplicada e cheia de aventura, nos reportando a nossa própria infância.



Aqui não é diferente. O autor aproveita  de um artifício que tem sido muito utilizado e do qual gosto muito, que é misturar realidade com ficção, dando veracidade ao enredo e o tornando crível.



Podemos apreciar a criatividade do autor, onde personagens bem conhecidos de diversos livros, se engajam na batalha de Heitor para defender a biblioteca que freqüenta e quer preservar, fazendo nosso imaginário entrar em ação.



Claro que o livro fala também de outras coisas importantes, como o poder da amizade, sobre força de vontade, iniciativa, busca de sonhos, burocracia e como uma comunidade se unindo podem atingir bons resultados.



Tudo bem, pode ser um livro infantil, porém traz ensinamento, divertimento e conhecimento para todos as idades e é por isso mesmo que recomendo essa leitura divertida e hilária em alguns aspectos e ao mesmo tempo, séria e com objetivo definido.



 NOTA : 5,00 de 5,00

   
 



SOBRE O AUTOR e O ILUSTRADOR:

 



João Luiz Marques é jornalista, nascido em São Paulo. Também se formou em Filosofia e fez extensão universitária em Jornalismo Cultural e Jornalismo Literário. Foi assessor de imprensa da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo. Trabalha com assessoria de imprensa e, há mais de dez anos, atende editoras, inclusive infantojuvenis. Mantém um blog de incentivo à leitura, o Blog do Le-Heitor. Os meninos da Biblioteca é seu primeiro livro.




Nascido em Foz do Iguaçu, Rômolo D´Hipólito é graduado em Design Gráfico. O artista já teve seus trabalhos reconhecidos e premiados pela Folha de S. Paulo e pelo Festival Animamundi. Vive em São Paulo desde 2008 e trabalha com ilustrações para livros, revistas, jornais, peças publicitárias e projetos de arte comissionada.



EXEMPLAR CEDIDO PELA EDITORA BIRUTA PARA BOOKTOUR ORGANIZADO PELA IRENE MOREIRA DO BLOG SALETA DE LEITURA.



 
cheirinhos
Rudy



PENSAMENTO DO DIA

'Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos."(Fernando Teixeira de Andrade) 


 
 

12 comentários:

  1. Também adoro livros infantis. É leve, ingênuo e ao mesmo tempo emocionante.
    Me parece ser um livro bem agradável.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Oi Rudy.

    Adorei sua resenha e não vejo a hora de tê-lo em mãos para conhecer a história.

    Bjão

    ResponderExcluir
  3. ahhhhhhh querida Rudy, não se acanhe em gostar de livros infantis, porque eles conseguem chamar a atenção de adultos então merecem nosso respeito e nossa leitura, por que não?
    não conhecia este livro, nem autor e ilustrador. por isso sempre corro para suas resenhas, é sempre sinal de novidades à vista.
    estamos acostumados ao engajamento de jovens-adultos, mas nunca em crianças, e isso acontece, claro. talvez, pela pureza de suas intenções, o engajamento infantil tenda a ser menos voltado ao proveito pessoal, por isso tudo, um livro assim deveria ser ministrado nas aulas de português, para trabalhar cidadania e a própria língua.
    ótima dica, ótima resenha!

    ResponderExcluir
  4. minha linda, passando para desejar uma ótima quarta-feira, com muita alegria, luz e amor! bjs

    ResponderExcluir
  5. Oi, Rudy! Livros infantis tem todo um encanto, né? Apesar de não ler tanto, eu gosto muito. Não conhecia o livro, apenas vi o post sobre o booktour e que diagramação linda! A história parece ser deliciosa e se ainda transmite tantos ensinamentos assim, fica fácil vislumbrar o grande valor que a obra possui.

    ResponderExcluir
  6. Não leio muitos livros infantis, mas adoro o encanto único que eles possuem, e principalmente a sensação de nostalgia que vez ou outra trazem. É algo que não podemos repetir, mas ao menos sentir um pouco do gosto da infância a partir da literatura e das lembranças que ela traz.
    Abraços

    ResponderExcluir
  7. Rudy
    Uma história que realmente encanta para todas as idades! Como você diz tiramos ensinamentos para a vida.
    Obrigado por participar! Adorei a resenha, os detalhes que relatou do livro no todo ressaltando inclusive o autor.
    Beijos cheios de luz.

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Faz tempo que não leio um livro desse estilo, e tenho certeza q. vou amar, pois com a sua resenha vi q. é um livro cheio de ternura, aventura, visto pelo olhar de um garoto.
    Parabéns pela resenha!
    Um super bjo!

    Alê - Bordados e Crochê
    Fã Page

    ResponderExcluir
  9. Também não me importo com o livro ser infantil ou juvenil, sempre rendem boas risadas, aventuras e horas de divertimento. Leitura leve.

    ResponderExcluir
  10. Adorei o nome do livro e as ilustrações do livro achei linda. A história parece muito legal, gosto muito de livro infantis.

    ResponderExcluir
  11. Eu sempre amei livros infantis e infanto-juvenis. Sempre digo que melhora o nosso dia...pois é tão leve, tão descomplicado e, na maioria das vezes, com mensagens tão positivas e que nos ensinam tanto...
    Amei a diagramação. É linda. O enredo também parece ser bem envolvente e divertido.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um livro fofo demais.
      Desejo uma semana e um mes abençoado!
      cheirinhos
      Rudy

      Excluir

Adoro ler seus comentários, portanto falem o que pensam sem ofensas e assim que puder, retribuirei a visita e/ou responderei aqui seu comentário.
Obrigada!!
cheirinhos
Rudy